terça-feira, 21 de março de 2017

LEITURAS QUE UNEM

(RE)LER E MULTIPLICAR LEITURAS

Como uma fórmula que se junta,
bate,
adiciona,
mistura,
unta,
polvilha
numa viagem de teimosas vagas de guloseimas decoradas com vocábulos  saltitantes....
Sem querer, as letras em palavras desnudam um traçar de riscos que defrontam uma borracha pesada e desata na fuga de um qualquer monstro enrodilhado...
E eis que dos livros, das histórias deambulam sarilhos, sustos, demónios, mesinhas, pós e...
Era uma vez...  
Um projeto que se sentou na secretaria e estreou o delinear de um arrazoado de ideias num traço singular e saiu à janela...
Logo que encontrou uma breve história de encantar e teimosamente se debateu com a intemporalidade...
Era uma vez um Pinóquio de nariz intrujão de ponta encarnada...
Uma Alice no país das maravilhas!
E também havia o João que era um grande Ratão!
E com ele uma grande senhorinha,
a conhecida Carochinha!
Era uma vez uma princesa bela adormecida,
tão bela com longos cabelos de rosto rosado e risonho...
Era uma vez um príncipe e uma gata borralheira...
E no emaranhado do universo fabular
de histórias e personagens de encantar...
de um Torga acutilante  que faz desfilar animais
tão engraçados e imbuídos de gracilidade humana
nos  Bichos...
e as epopeias lendárias que convocam heróis: Ulisses, Eneias, Hércules e deuses...
estes a  cotejar tempestades guerras, céus, mares...
Era uma vez “Leituras que unem”
que no seu devir deslumbrado
despontou “(Re)ler e multiplicar leituras”
E então sucede o surpreendente caso...
Era uma vez alunos em Prado
que se formaram em grandes ledores
E no final...
Era uma vez a leitura
A multiplicar leitores...


Nenhum comentário: